#Eu apoio xs 23: Audiência de Moa e Sininho dia 5 de agosto

 

O mandato de prisão que manteve o estudante Igor Mendes preso por quase 7 meses caiu no último mês, permitindo a saída do militante do presídio de Bangu e a liberdade às ativistas foragidas Moa e Elisa (Sininho). Agora, a justiça burguesa continua com o julgamento dxs 23 acusadxs por formação de quadrilha realizando as últimas audiências e as duas manifestantes serão ouvidas no dia 5 de Agosto. Uma manifestação em repúdio ao terrorismo de Estado está sendo mobilizada para acontecer na frente do Tribunal de Justiça. A primeira instância do julgamento chega ao fim e o Estado pretende se voltar com toda sua punição contra aqueles que lutaram contra os mega-eventos ao lado do povo.

LIBERDADE JÁ!

TERRORISTA É O ESTADO!

“CONVOCAMOS TODAS E TODOS:

No dia 5 de agosto ocorrerá a última audiência do processo político contra os 23 ativistas presos da COPA DA FIFA. Neste dia, as ativistas Elisa (Sininho) e Moa serão ouvidas, às 14h, no Tribunal de Justiça.

Este processo, que acumula inúmeras ilegalidades, teve seu último ato arbitrário com o decreto das prisões destas ativistas, forçadas a manterem-se na clandestinidade e do ativista Igor Mendes, que permaneceu encarcerado no complexo penitenciário de Bangu por 7 meses.

Agora, apesar do STJ ter concedido o habeas corpus que anulou o decreto de prisão promovido pelo Juiz Flavio Itabaiana contra os 3 ativistas, o processo continua. E a luta contra ele também!

Mais uma vez os setores mais reacionários do judiciário se unem ao monopólio da imprensa para criminalizar os manifestantes e sua justa luta na defesa dos direitos do povo.

A partir das 10 da manhã nos concentraremos em frente ao Tribunal de Justiça, onde serão realizadas atividades políticas e culturais em Defesa de Todas(os) as(os) Presas(os) e Perseguidas(os) Políticos, pelo Fim de Todos os Processos Políticos Contra Manifestantes, Pelo Direito de Livre Organização e Manifestação!

Lutar não é crime!
Criminosa é a FIFA!

#NãoPassarão
#Venceremos!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *