Monthly Archives: dezembro 2014

Presos Indígenas em Brasília

Justiça!!
Cinco indígenas ainda se encontram atrás das grades, após serem presos pela polícia durante manifestação PEC 215, em Brasília -DF.
Não tem previsão libertação dos indígenas da prisão. Enquanto isso, na sala da injustiça, parlamentares correm contra tempo, aprovar PEC 215.
“É uma vergonha da forma o BRASIL, trata questão indígena! Mas estamos pronto pra lutar! Se é dessa forma querem tratar povo indígenas do Brasil, então a parti de hoje, estou pronto, juntamente com os guerreiros Terena ir pro enfrentamento! Voltaremos para nossas bases continuar nossa autodemarcação de nossas terras tradicionais! Se o Estado não nos respeitam, então vamos fazer com que nos respeitem como ser humanos”
Fala do Líder Terena de Mato Grosso do Sul.

Appel international à la solidarité avec les prisonnier.es de la Coupe du monde 2014.

libLe 12 juillet 2014, à la veille de la finale de la Coupe du Monde, la police de Rio de Janeiro a arrêté 19 activistes, visant à désarticuler la grande manifestation prévue contre le match de la finale, sous la justification que toutes ces personnes auraient participé à des actes «violents» dans les révoltes de l’année dernière et qui envisageaient d’autres actions lors de la manifestation contre la finale de la Coupe du Monde. Au total, environ 23 mandats de perquisitions, arrestations et détentions temporaires ont été menés contre des personnes accusées d’avoir participé à des mouvements sociaux. Les mandats étaient de 5 jours de détention provisoire, 4 personnes ont réussi à échapper aux enlèvements de la police.

Continue reading

[Venezuela] marcada a audiência de extradição de Bernhard Heidbreder

O Estado venezuelano marcou a audiência de extradição do revolucionário Bernhard Heidbreder para o 16 de dezembro de 2014 às 2pm na Sala Penal do TSJ. No mesmo dia teremos aqui no Rio a primeira audiência dxs presxs na copa.

Nossa solidariedade não tem fronteiras!

Destruam os muros das prisões!

Continue reading

[México] Fernando Bárcenas condenado a 5 anos e 9 meses de prisão

mexico-fernando-barcenas-condena-1

Preste a completar um ano da sua detenção após uma marcha contra o aumento do preço do bilhete de metrô na Cidade do México (DF), quando uma árvore de natal de propriedade da multinacional Coca-Cola foi incendiada, autoridades mexicanas definiram a sentença penal condenatória ao companheiro Fernando Bárcenas Castillo de 5 anos e 9 meses de prisão pelo delito de “ataques contra a paz pública”, sem direito a fiança.

Em um momento em que o Estado mexicano está intensificando seus métodos repressivos, certamente a sentença contra Fernando procura enviar uma mensagem para inibir os crescentes sinais de descontentamento no país. É por isso que é de suma importância continuar lutando pela liberdade dos nossos companheiros presos, não deixá-los no esquecimento.

Continuemos demonstrando que a solidariedade é mais do que palavra escrita.

Liberdade para Fernando Bárcenas!

Solidariedade com Carlos, Amelie e Fallon!

Liberdade para Abraão e Luis Fernando!

Abaixo os muros das prisões!

Cruz Negra Anarquista México

Llamada internacional para acciones de solidaridad xs presxs Copa

libEl 12 de julio, al final del día antes de la Copa el Mundial, la Policía de Río de Janeiro arrestó a 19 activistas, con el objetivo de desintegrar la gran protesta prevista para el último día, con el argumento de que elxs habrían participado en actos de “violencia” en los disturbios del año pasado y que sería planeando otras acciones en la manifestación final de la Copa del Mundo. En el total de 23 órdenes de allanamiento y arresto y detención temporal se cumplieron contra las personas acusadas de participar en los movimientos sociales, los mandatos fueron 5 días de libertad condicional, cuatro personas lograron escapar del secuestro policial.

Xs activistas fueron llevados a la Policía de la Ciudad de Río de Janeiro, a las grandes centrales complejas construidas para dar cuenta de la represión àquelxs desafiando a los mega-eventos y la lógica de la zona del mercado. En este gran complejo es la DRCI, Oficina de represión de los delitos informáticos, que actualmente desempeña el papel del recinto histórico de Orden Político y Social, el notorio DOPS creado en 1924 para suprimir xs anarquistas, que se utiliza principalmente durante el Estado Novo y más tarde régimen Militar en 1964, con el fin de controlar y reprimir a los movimientos políticos y sociales que se oponen al régimen en el poder. Luego fueron todxs encaminhadxs al complejo penitenciario de Bangu.

Continue reading

International call for action and solidarity with the World Cup prisioners

On July 12, the day before the World Cup final match, the Police of Rio de Janeiro arrested 19 activists, aiming at disintegrating the big protest scheduled for the final’s day, on the grounds that they would have taken part in “violent” acts in riots last year and they would be planning other actions in the final manifestation of the World Cup. In total 23 search warrants and arrest and temporary detention were met against people accused of participating in social movements, the mandates were 5 days of probation, four people managed to escape the police kidnapping.

The activists were taken to the City of Police in Rio de Janeiro, a large complex of police departments built to take care of the repression of the people challenging the mega-events and the logic of the market town. In this large complex is the DRCI, Bureau of Suppression of Computer crimes, which currently plays the role of the historic Precinct of Political and Social Order, the infamous DOPS created in 1924 to suppress the anarchists, mainly used during the Vargas era and later Military regime in 1964, in order to control and repress political and social movements opposed to the regime in power. The kidnapped activists were all sent to the prison complex of Bangu.

Continue reading

ESTADO EXECUTA MAIS PRISÕES NO RIO DE JANEIRO

A Polícia civil (DRCI) executou na manhã dessa quarta feira, 3/12/14, mais prisões às pessoas perseguidas por mobilização política desde junho até a copa do mundo. Igor Mendes foi preso de manhã em casa E JÁ SE ENCONTRA PRESO EM BANGU. A informação até agora é de que outros 3 mandatos foram expedidos para Moa, Gabriel e Sininho, que se encontram foragidxs. Não se sabe o motivo das prisões, especula-se que a acusação seja o descumprimento de alguma exigência do Habeas Corpus, como a interdição de mobilizações políticas.

 

BASTA DE PERSEGUIÇÕES!

LIBERDADE JÁ A TODXS XS PRESXS POLÍTICXS!

PELO FIM DOS PROCESSOS! VANDALO É O ESTADO QUE ASSASSINA NOSSO POVO!.