Monthly Archives: agosto 2014

Ex-detenta que ganhou processo por parto com algemas fala pela primeira vez

Carta enviada por mãe de ex-detenta deu origem a processo judicial

Na reportagem Maternidade Condenada a Pública mostrou, em primeira mão, o processo que condenou o Estado de São Paulo a pagar indenização a uma ex-detenta obrigada a dar à luz algemada pelos pés e pelas mãos em setembro de 2011. Ainda cabe recurso mas a decisão deve ter desdobramentos já que muitas mulheres sofreram a mesma violação de direitos como destaca o juiz na sentença: “(…)apurou-se que até a edição do decreto n. 57.783/2012 era usual o uso de algemas nas custodiadas durante o trabalho de parto” e que são “inegáveis, por outro lado, as sensações negativas de humilhação, aflição e desconforto, entre outras, a que foi submetida a autora diante da cruel, desumana e degradante manutenção de algemas durante seu trabalho de parto. São danos morais indenizáveis e guardam nexo com a ação estatal, de modo que avulta o dever de ressarcimento almejado”.
Continue reading

[SP] Roda de Conversa: Criminalização e Perseguição à Militância Anarca-feminista no Rio de Janeiro

Desde 2013 mulheres, lésbicas e trans feministas e anarquistas tem sido enormemente atingidas pela crescente criminalização dos movimentos sociais.
Tendo em vista a atual realidade do Rio de Janeiro, propomos uma roda de conversa para relatar, problematizar e nos fortalecer diante da criminalização efetuada pelo Estado e da culpabilização feita pela grande mídia, bem como por setores anarquistas, à luta anarca-feminista e às vivências autônomas, não-monogâmicas e lésbicas dessas militantes.

Data: Sábado, 16/08
Horário: 17:00 – Pontualmente!
Local: CDC City, Rua Sepetiba, 660 – Lapa – São Paulo – SP

Tattoo Circus SP

Justiça caça os direitos políticos de manifestantes perseguidos, mas os mantêm em “liberdade provisória”.

No dia 12 de Agosto, um mês após a prisão e perseguição de 26 manifestantxs no Rio de Janeiro, a 7 câmara criminal, através do conselho de desembargadores, manteve o habeas corpus concedido pelo desembargador Siro Darlan a 23 manifestantxs acusadxs, injustamente, por “formação de quadrilha armada” (artigo 288). A decisão, entretanto, AMPLIOU AS RESTRIÇÕES AOS PERSEGUIDOS POLÍTICOS, agora impedidos por lei de participar de manifestações e “reuniões públicas”.

Na nossa visão, consideramos essa decisão como um ataque à liberdade e ao direito de manifestação e uma retirada dos direitos políticos dxs militantxs atualmente perseguidxs. Se já se mostrava absurda a prisão preventiva decretada pelo Juiz Itabaiana, agora a Justiça encontra nas “restrições” uma forma de mantê-los longe das ruas e movimentos sociais.

Isto é completamente absurdo e remonta, mais uma vez, às medidas autoritárias características de ditaduras.

PELO ARQUIVAMENTO DO PROCESSO E CONTRA QUALQUER RESTRIÇÃO DO DIREITO POLÍTICO DXS MANIFESTANTES PERSEGUIDOS!

LUTAR NÃO É CRIME!

Organização Anarquista Terra e Liberdade

CAMPANHA DE ARRECADAÇÃO DE FUNDOS PARA A DEFESA DXS ATIVISTAS CRIMINALIZADXS

CAMPANHA DE ARRECADAÇÃO DE FUNDOS PARA A DEFESA DXS ATIVISTAS
CRIMINALIZADXSNo dia 12 de julho de 2014, véspera da final da Copa do Mundo da FIFA, a Policia Civil do Rio de Janeiro acusou 28 ativistas de organizar “atos violentos” em manifestações, dos quais 18 foram mantidos em cárcere em presídios de segurança máxima, numa operação que incluiu violações a domicílios e à dignidade dxs presxs e seus familiares. Em entrevista coletiva realizada na Cidade da Policia, na mesmo dia, panfletos, jornais e bandeiras de movimentos populares foram expostos como “provas” do exito da Operação Firewall 2, escancarando assim o caráter político não só da ação policial, mas de todo o inquérito que a deflagrou. Dezenas de ativistas e seus familiares tiveram seus telefones grampeados por meses a fio, inclusive advogadxs, que tiveram violadas suas
conversas com clientes. Continue reading

[Itália] NO MUOS: Nove de agosto, um ano e um dia

italia-no-muos-nove-de-agosto-um-1

O movimento NO MUOS, no âmbito do acampamento convocado no presídio permanente de Cda. Ulmo, de 6 a 12 de agosto, tinha feito um apelo à mobilização contra a estrutura militar das forças armadas americanas. Milhares de pessoas atenderam, desfilando até as redes da base seguindo o bloco de abertura composto pelo comitê NO MUOS de Niscemi, pelas mães NO MUOS, pelos comitês de base de toda a Sicília e por tantos outros militantes, de grupos organizados ou não, de toda a Itália.
Continue reading

Julgamento do Rafael Braga Vieira no TJRJ

rafael

O julgamento do Rafael Braga Vieira foi marcado e estamos organizando um grande ato em frente ao Tribunal de Justiça, NINGUÉM FICA PRA TRÁS!

Segunda-feira 25/08 –

– 17h – Concentração no TJ
– 17h às 19h – “Povo fala” (gravar depoimentos da população que estiver passando a partir de perguntas sobre se conhecem o caso de Rafael) + Panfletagem
– 19h-19h30 – Esquete artística
– 19h30 – 20h – Filme documentário “Hiato”
– 20h – 21h – Culto ecumênico
– 21h – Bandas e Sopão com café
Depois das bandas – madrugada de filmes

Terça-feira 26/08 –

– 8 às 9h – Oficina de cartazes
– 9 às 10h – Lavagem com pinho sol e água sanitária
– 10h às 11h – “Debate provocativo” com juristas – Propostas: João Batista Damasceno, Sergio Verani, Rubens Casara, Siro Darlan, Maria Lúcia Karan, alguém da OAB, André Guimarães
– 11h às 12h – Entrevista coletiva com advogados de Rafael, Movimento Negro e D.Adriana
– A partir de 13 horas – Abraço ao TJ

[Grécia] Carta aberta de Pola Roupa, membro da Luta Revolucionária, a partir da clandestinidade

epanastikos

A 16 de Julho de 2014, após furiosa perseguição pelos cães armados do regime, o companheiro Nikos Maziotis, membro da Luta Revolucionária é atingido pela bala de um polícia e cai coberto de sangue. O companheiro tinha dado batalha à polícia que o perseguia. Todo o aparelho do Estado festeja a detenção do “procurado mais perigoso” do país. O mesmo acontece com o criminoso e real cabecilha terrorista Samaras, cujo governo tomou as rédeas depois dos governos pró-memorando, numa campanha para o maior genocídio social que ocorreu no país em tempos de “paz”.

Continue reading

[Rio de Janeiro] Faixa em solidariedade xs presxs e perseguidxs políticos e aberta e show no Circo Voador

No dia 09/08, durante o show da banda Os Vulcânicos, cujo um de seus integrantes foi presos e sofre perseguição política, foi aberta uma faixa em solidariedade a todxs as presxs. A banda que abria o show de outra banda, o IRA!, alem de abrir a faixa, explicou para o público sobre as perseguições e prisões.

Contra Todas a prisões e cárceres!

Pela Liberdade Imediata de Rafael Braga e pelo fim de todas as perseguições políticas!!!